Vitória para o mundo da moda! Esta semana marcas como Gucci e Prada anunciaram novas práticas e projetos que de alta importância para o ramo. Confira.

Prada anuncia que não usará mais pele de animais em suas coleções

Após marcas como Gucci, Armani, Calvin Klein e Ralph Lauren anunciarem o fim do uso de pele chegou a vez do Grupo Prada! Em colaboração com a Fur Free Alliance a grife anunciou que a partir de sua coleção primavera-verão 2020 o tipo de material não será mais usado e que as vendas de peças já produzidas em pele acontecerá apenas até os estoques acabarem.

“A decisão do Grupo Prada de não utilizar mais pêlo é consistente com o novo conceito de luxo ético e atende às expectativas de novos consumidores que são mais cuidadosos na escolha de produtos sustentáveis que respeitem o meio ambiente e os animais”, disse Simone Pavesi, gerente do Animal.

Gucci anuncia programa global de bolsas de estudo

Com a proposta de promover a diversidade racial tanto na grife quanto em todo o ramo da moda a Gucci anunciou o programa Gucci Changemakers. O projeto tem três diferentes níveis, o  Gucci Changemakers Fund (que consiste em programas comunitários), um programa de bolsas de estudo e uma iniciativa de voluntariado em toda a empresa. A ideia do projeto se deu após que a marca foi acusada de blackface, ainda este ano.

O Gucci Changemakers Fund é um fundo de US $ 5 milhões que serão investidos em programas comunitários, principalmente em comunidades de cor nos Estados Unidos. O projeto terá mais de 10 consultores, entre eles, Will.I.Am.  

 

Já o programa de estudos ajudará jovens talentosos a adentrarem o mundo da moda e adquirirem conhecimento. Para isso os alunos receberão o subsídio de  US $ 20.000 durante 4 anos! Enquanto isso, a iniciativa de voluntariado permitirá que os funcionários da Gucci tirem 4 dias de folga remunerados para trabalhos voluntários nos ramos de igualdade, apoio a refugiados e pessoas desabrigadas, proteção do meio ambiente e educação.

“Investiremos recursos importantes para unificar e fortalecer nossas comunidades na América do Norte, com foco em programas que terão impacto sobre a juventude e a comunidade afro-americana” disse o presidente e CEO da Gucci, Marco Bizzarri.

Share: