3 Tendências de moda que vieram para ficar

Com o novo ano chegam as novas tendências e, em meio à street style e passarelas, fizemos uma seleção das que ficaram em evidência em 2017 e que, sem dúvidas, você vai poder reutilizar em 2018.

Genderless

João Pimenta (Foto: Nicole Heiniger)

Todos sabemos que as limitações de feminino e masculino estão cada vez menores.
A moda sem gênero, que ganhou mais visibilidade nos últimos anos, na verdade, teve seu início nos anos 20 com Coco Chanel. Com o intuito de vestir as mulheres de uma maneira mais confortável, ela acabava fazendo uma pequena mescla entre o guarda-roupa feminino e masculino e, com o passar dos anos, isso acabou se tornando cada vez mais comum, até chegarmos nos dias atuais, onde peças já são produzidas em grande escala para que fiquem bem em qualquer corpo, independente do gênero.
A era genderless faz parte de um novo consumo, visto por muitos como quebra de estereótipos.


Minimalismo


As décadas exageradas de 70 e 80 acabaram gerando uma aversão ao exagero, fazendo com que o minimalismo começasse a aparecer na moda no início dos anos  90.
Na moda minimalista o destaque é o tecido e a modelagem, fazendo com que, no geral, as estampas e cores sejam mais neutras, como: branco, preto, bege, xadrez e listras.
Nos últimos anos sua aparição foi mais freqüênte devido à sua conexão com a moda sustentável e slow fashion, dando um maior valor à peças coringas que podem ser usadas em diferentes momentos e ocasiões, e que ultrapassam o modismo.


Abaixo ao salto alto!

Não é de hoje que o conforto e o salto alto não andam juntos.
Por muito tempo o salto foi tido como padrão de elegância e sofisticação, mas hoje, com todas as mudanças, temos visto cada vez com mais freqüência seu uso sendo substituído por tênis e rasteiras. Como exemplo, podemos citar a combinação de roupas elegantes e luxuosas com outras mais casuais, que resultou em um dos estilos mais adotados nos últimos tempos, o hi-lo (high-low), mostrando como podemos ficar confortáveis e elegantes sem seguir os antigos e ultrapassados padrões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: